Responsabilidade

Filosofia Empresarial

Filosofia Basilar

"Enriquecer a vida das pessoas e contribuir para a sua maior felicidade e bem-estar, dedicando as nossas mais sinceras energias e tecnologias avançadas para a criação de produtos benéficos."

Políticas de Gestão

Assumir o desafio de novas tecnologias para produzir novo valor.
Desenvolver áreas de negócios propríetárias para expandir o âmbito do negócio.
Criar um ambiente de trabalho que valorize, melhore e energize as pessoas.
Lidar de forma justa com a sociedade e valorizar a harmonia com o ambiente.

Linhas de Ação

Desenvolver-nos para que possamos dar o nosso melhor.
Confiar, desafiar e melhorar-nos um ao outro.
Nutrir um espírito acolhedor e aberto.

Slogan Empresarial

Excelência por natureza

A YOKOHAMA estabeleceu em 1990 a sua filosofia empresarial. Consiste na Filosofia Basilar, Políticas de Gestão, Linhas de Ação e Slogan Empresarial; a Filosofia Basilar incorpora os tipos de negócio onde a YOKOHAMA se compromete em todas as atividades. As Políticas de Gestão delineiam os princípios administrativos básicos com os quais a gestão de nível superior se deve Comprometer. As Linhas de Ação são o código de conduta que cada colaborador deve cumprir. Em 2006, elaboramos um plano de gestão de médio prazo, o Grand Design 100 (GD100), e definimos um objectivo claro de nos tornarmos uma empresa global com um bilião de ienes em vendas líquidas no ano fiscal de 2017. Além disso, como a nossa Filosofia Basilar foi compilada com base na forte consciência das expectativas e necessidades decorrentes da Comunidade Internacional, o plano coloca uma forte ênfase sobre a RSE (Responsabilidade Social Empresarial), adotando dois objectivos base: ser uma empresa de nível superior em termos da nossa contribuição para o meio ambiente, e promover uma cultura empresarial orientada para o cliente como nossa primeira prioridade, respeitando elevados padrões de ética empresarial. Em 2008, reformulamos a nossa estrutura empresarial, estabelecendo a Divisão RSE, e de seguida anunciamos a nossa visão de gestão RSE, interna e externamente. A nossa visão, construir uma identidade confiável como membro colaborador da comunidade internacional, incorpora o nosso desejo de mudar a letra "R" em RSE para "Confiabilidade", em vez da "Responsabilidade" original. Desta forma, esperamos tornar o conceito mais acessível e prático nas nossas operações diárias. Aliás, a YOKOHAMA ainda mantém o conto de Suekichi Nakagawa, presidente à época da inauguração da fábrica de Yokohama (localizado em Tsurumi-ku, Yokohama-shi) em 1929, como o nosso Espírito Fundador*. Este conto compreende o equilíbrio entre Eficiência Social e Económica; o que ainda está extremamente relacionado com a noção de hoje de Gestão RSE.

Duas vezes por ano, reunimos o Conselho de Responsabilidade Social Empresarial & Ambiental, onde o Chairman e CEO da YOKOHAMA atua como presidente. O Conselho é uma estrutura organizacional criada para discutir e desenvolver planos para abordar as questões de responsabilidade social que nesse momento a Yokohama Rubber Group enfrenta, com o objectivo último de construir uma identidade confiável como membro colaborador da comunidade internacional. Temos três task forces, seis comités e dois sub-concelhos que promovem atividades de RSE e Ambiental, como sub-corpos dentro do Conselho. Todos os anos, em Novembro, Conselho de Responsabilidade Social Empresarial & Ambiental avalia o desempenho das atividades de responsabilidade social realizadas pelo Grupo e desenvolve planos de melhoria para ano fiscal subsequente. Para prosseguir com o nosso esforço em praticar uma gestão ambiental consistente e de alto nível, em todas as nossas operações, em todo o mundo, realizamos também anualmente o Conselho Ambiental Global, que é uma reunião de gestores de todas as nossas operações de produção no exterior. Vinte e uma pessoas, incluindo todos os gestores das nossas operações de produção no exterior e de subsidiárias core de distribuição, participaram no evento realizado em 21 de Dezembro de 2010. Nesse dia, todos os participantes envolveram-se num debate focado nas Políticas e Iniciativas Ambientais. Em 2011, o Conselho fará avançar tais esforços para promover atividades de RSE e colocar em prática uma Gestão Ambiental consistente e de alto nível.